CABINE

[RESENHA] Ele: Quando Ryan Conheceu James


Livro: Ele: Quando Ryan Conheceu James
Autor (a): Elle Kennedy e Sarina Bowen
Páginas: 260
Editora: Paralela
Parceira 2018


James Canning nunca descobriu como perdeu seu melhor e mais próximo amigo. Quatro anos atrás, seu tatuado, destemido e impulsivo companheiro desde a infância simplesmente cortou contato. O que aconteceu na última noite daquele acampamento de verão, quando tinham apenas 18 anos, não muda uma verdade simples: Jamie sente saudade de Wes.
O maior arrependimento de Ryan Wesley é ter convencido seu amigo extremamente hétero a participar de uma aposta que testou os limites da amizade deles. Agora, prestes a se enfrentarem nos times de hóquei da faculdade, ele finalmente terá a oportunidade de se desculpar. Mas, só de olhar para o seu antigo crush, Wes percebe que ainda não conseguiu superar sua paixão adolescente.
Jamie esperou bastante tempo pelas respostas sobre o que aconteceu com seu relacionamento com Wes, mas, ao se reencontrarem, surgem ainda mais dúvidas. Uma noite de sexo pode estragar uma amizade? Essa e outras questões sobre si mesmos vão ter que ser respondidas quando Wesley e Jamie se veem como treinadores no mesmo acampamento de hóquei.


Pela primeira vez eu me aventuro em uma prova antecipada e confesso que fiz isso com muitos receios, mas o principal é devido ao gênero literário do livro que a Editora Paralela vai lançar no dia 29/06/2018. Ele: Quando Ryan Conheceu James é um romance ERÓTICO GAY, primeiro lançamento da editora no estilo e minha primeira leitura também, ou seja, é emoção pra todo mundo.

Até onde sabe, ele, Ryan Wesley, é o único jogador de hóquei gay e isso faz com mesmo "fora do armário" ele seja discreto, muito discreto. No geral todos sabem e quase ninguém se importa com a orientação sexual do cara que se tornará profissional em poucos meses.
James Canning, é o goleiro mais tranquilo do esporte universitário que se conhece, mas está a ponto de pirar por ter que disputar o campeonato nacional com seu ex- melhor amigo Wes, que a quatro anos não vê, sabe-se lá por qual motivo.

Fui um péssimo amigo, uma péssima pessoa. Era tão mais fácil lidar com a vergonha quando Canning estava a milhares de quilômetros de distância, mas agora...

Durante a narrativa intercalada entre Wes e James, eles vão revelando aos poucos o motivo de uma grande amizade ter chego ao "fim" e o campeonato nacional é a oportunidade para esclarecerem algumas coisas, mesmo que estas coisas desencadeie outras ainda maiores.
Vou ser bem sincera e dizer estava preparada para um clichezinho na final desse campeonato, mas logo de cara as autoras me surpreenderam e eu fiquei satisfeita por isso, pois por mais previsível que o romance seja em alguns momentos elas optaram por não escolher o obvio, adorei!
A narrativa é bem clara, fácil de distinguirmos os donos da fala entre os diálogos, uma vez que os personagens são bem caracterizados, se quer percebemos que o livro foi escrito por duas pessoas, tamanha sincronização na trama.


James continua como técnico no acampamento de verão que serviu de cenário para amizade entre ele e Wes, que vai aproveitar esse verão para se redimir com o amigo de infância, mesmo que isso signifique para ambos confessar os medos e receios que carregaram nestes quatro anos sem se verem.
"Eu nunca odiaria você, seu imbecil."Penso um pouco a respeito. "Bom, a menos que você fizesse algo odioso, tipo atropelar minha mãe de propósito ou algo assim. Mas odiar você por ser gay?

É durante as seis semanas de verão que tudo desenrola, James se entende e Wes admite seus sentimentos, ao mesmo tendo que vemos a diferença entre as famílias dos personagens e mesmo não sendo esse o foco do enredo, é palpável as características familiar dos personagens. Uma dá total apoio as decisões do filho e a outra está bem mais preocupada com seu status social e prefere ignorar a orientação sexual do filho. Por sua vez, Wes é um personagem bem resolvido, sempre pronto a se arriscar, enquanto James é comedido e calmo, mas que se assusta por não estar muito assustado com a descoberta de seus desejos.

Como é a aparência de um cara que não é tão hétero quanto pensava?

A parte de auto descoberta de James Canning é no minimo tocante e quase impossível não sentir uma empatia pelas questões dele, é aquele tipico personagem que queremos guardar em um potinho para proteger desse mundo preconceituoso que nos cerca. Posso dizer que o mesmo se dá a Holly, mulher com quem Canning mantém uma amizade colorida. Ela é tão compreensiva e amiga que mesmo eu torcendo para felicidade de James e Wes, ficava pensando em como ela ficaria diante de tudo, pois eu acho que não deve ser muito fácil para uma mulher ser "trocada" por um cara. Mas aí entra as autoras para acabar com minhas aflições de forma simples e satisfatória.


Vale ressaltar que, infelizmente, o romance está bem distante de algo real na vida de um gay, assim como de um atleta, seja jogador de hóquei ou qualquer outro esporte praticado por uma maioria masculina, ainda que brevemente tenhamos momentos homofóbicos. No geral é uma fantasia erótica gostosa de se ler, onde o excesso de músculos não interfere em nada nas cenas repletas de carinho e sentimentos.

Antes de hoje, não sabia exatamente o que Wes tinha que enfrentar. nunca tinha ouvido ninguém fazer um discurso homofóbico fora dos filmes.

O verão acaba para que a vida siga seu fluxo e isso significa que os rapazes vão seguir caminhos diferentes, mesmo com o forte sentimento e o inevitável desejo que carregam dentro de si. E vou te falar que acompanhar esse romance foi uma delícia, me vi torcendo para eles se entenderem, para viverem a adorável e sexy relação deles sem medo do " E SE..."
Essa relação é cheia de luxuria, descobertas sexuais, amassos no banco de trás do carro e aquelas cenas de romance conto de fadas, como beijos apaixonados na chuva e dormir de conchinha, perfeitas para fazer qualquer leitor suspirar e ficar com sorriso bobo no rosto.

Agora eu quero chamar a sua atenção para esse lançamento da editora Paralela e deixar bem claro que se trata de um livro adulto, para maiores de 18 anos, com um romance gay. Então se você tem algum tipo de preconceito literário está na hora de rever seus conceitos intelectuais e se para piorar você tem alguma LGBTFOBIA, passou da hora de se curar disso e ter em mente que AMOR não tem GÊNERO.

Um amor que nasce da amizade, que transcende o tempo e principalmente o gênero sexual, que por subestimação se desenrola em meio ao drama da aceitação, mas que conta com um ótimo final feliz. Este é o livro "ELE" e isso é tudo que importa.



38 comentários:

  1. Olá Camila!
    Adorei a sua resenha, fiquei mega curiosa quado vi que a editora iria lançar esse livro, eu gosto muito da autora Elle Kennedy, a outra eu não conhecia. Gostei do enredo e da forma como as autoras criaram esse romance, estou mega curiosa e não vejo a hora de poder conferir. Esse livro ainda vai ser beeem comentado nas redes sociais! rs'

    beijos!
    https://blogminhaestanteliteraria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Cams! Eu não sabia que se tratava de um romance gay erótico. Não sou muito chegada a livros hot, e aqui não interessa se com um casal hétero ou gay, acho meio forçado assim.. Não gosto. Achei a premissa da trama interessante, o fato deles serem amigos e por um gostar, acaba que afasta a amizade, quem nunca passou por isso? Como você mesma disse, tem tudo que tem um bom romance, mas eu não sou chegada a livros com cena hot. Enfim, agradeço a indicação!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Camila.

    Sua resenha é a segunda que leio sobre este livro e confesso que estou bem curiosa por ele. Já até adicionei na minha lista de desejados, especialmente depois que você deixar uma opinião muito boa sobre o enredo e mostrar que é uma fantasia erótica gostosa de se ler. Obrigada pela dica.

    Bjos
    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oiie,
    Não é meu gênero preferido de livro 'hot' mas, a resenha sobre o livro ficou ótima tirando todas dúvidas sobre e deu pra entender muito bem do que se trata

    ResponderExcluir
  5. Oi.

    Eu amei esse livro. Li assim que recebi em casa, e não pude deixar de me apaixonar pela narrativa e por tudo no livro. Gosto do gênero é fico bem feliz pela Paralela está começando a lançar livros desse gênero.

    ResponderExcluir
  6. Oi Camila, nunca li nada com temática LGBT, não com protagonistas. Acho interessante o assunto estar sendo inserido na literatura também. Não sei se leria por ser erótico, não é um gênero que costumo ler, mas achei bem interessante o enredo. Talvez, um dia, eu leia.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    O que dizer desse livro que nunca tinha ouvido falar, mas já considero pacas? hahaha A frase é clichê do orkut, mas é sincera. Adorei a premissa do livro. Adorei em como vai explorar a descoberta de um dos personagens e, mesmo não sendo verossímil com a realidade, é sempre bom ler algo que poderia ser real, que deveria ser real. Adorei! Dica anotada!
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Olá eu já tinha ouvido falar desse lançamento mais é a primeira resenha que eu leio mais ele não desperta o meu interesse em ler o livro não por enquanto mais vou anotar a dica quem sabe eu não mude de ideia e embarque nessa historia de amor deles dois

    ResponderExcluir
  9. Oi Camila tudo bem? Pelo que você resenhou os pais de um aceita e outro ignora, a sociedade é assim também finge por causa dos status, ou por não querer se misturar na situação, preconceito sempre existiu e não somente sobre isso, estamos longe de evoluir, mas estamos caminhando, sobre sua resenha achei maravilhosa os pontos de vista que colocou me deixou curiosa e obrigado pela dica, parabéns pela resenha. Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Olá...
    Adorei seus comentários a respeito da obra e não tenho dúvidas a respeito da qualidade da obra. Pelos seus comentários aparece ser uma obra apaixonante e muito agradável de se realizar. Ainda não conhecia esse título, mas, com certeza vou adicionar nos desejados.
    Bjos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá, eu estava super curiosa para conferir uma resenha desse lançamento, é um livro que quero muito ler, ainda mais sabendo que você curtiu a leitura e que conseguiu sentir empatia pelos personagens.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Nunca li nada LGBT +18, só os mais leves mesmo, e gostei bastante dos poucos que eu li. Adoro romances que surgem de amizades, parece realmente ser do tipo que nos faz suspirar.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  13. Amo Ellen Kennedy e saber que ela escreveu um livro com esse tema é muito lindo, eu ainda não sei quando irei ler esse livro para ser sincera mas estou bastante curiosa desde que foi anunciado. Amei sua resenha, parabéns.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi camila, estou tão feliz que esse livro será lançado aqui porque eu li no Kindle em inglês tem uns dois anos e amei muito esta história. espero que todo mundo goste!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Eu nunca li um livro nesse estilo, mas tenho muita curiosidade. Meu único receio com esse livro é o fato de ele ter sido escrito também pela Elle Kennedy, que foi uma autora que me decepcionou bastante com os dois últimos livros que li dela, tanto que abandonei a série Amores Improváveis.
    No entanto, só pela sua resenha eu já fiquei apaixonada por esses personagens. Além disso, parece ser um romance bem tocantes, daqueles que a gente fica com o coração quentinho depois que termina. E, o mais importante, já passou de hora de termos mais obras que tragam personagens LGBT e que mostrem que toda forma de amor é válida e tem que ser respeitada.
    Adorei a resenha e fiquei mais curiosa para ler esse livro. Espero que a Elle Kennedy não me decepcione desta vez.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oi, Camila! Ai, esse livro é a coisa mais linda, né? Eu amei demais a leitura!!!! Adorei poder ver a sua opinião sobre o livro e saber que a obra te agradou tanto quando me agradou. Wes e Jamie são dois personagens muito envolventes e é realmente impossível não gostar deles.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oi Camila, como vai? Olha eu não gosto de romances hots, todos que eu já li possuem cenas de sexo gratuitas e isso me deixa muito irritada! Eu gostei da premissa do livro e saber que é um romance LGBT me deixa ainda mais feliz, porque é um gênero que não vejo ser lançado com tanta frequência, amei as suas impressões da história.

    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
  18. Olá! Aaah que dica maravilhosa.. eu gosto muito de livros que trazem uma tematica lgbt mas ainda não tinha lido um que fosse hot tbm haha.. mas acredito que eu vá gostar muito pois os personagens na sua resenha pareceram tão amaveis haha.. adorei a dica!

    Beijos,

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Adorei o livro, ansioso para o lançamento. Não curto muito livros eróticos, mas gosto de livros que tenham diversidade. A trama parece ser bem interessante e o personagens tem suas particularidades. Adorei a resenha. Espero em breve ler esse livro.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem? Não conhecia a obra e olha que eu estou sempre de olho em romances LGBT+. Histórias eróticas não fazem muito a minha cabeça, mas por não se tratar de um romance heteronormativo, encararia de boa. Achei muito representativo os protagonistas serem do meio esportivo, especialmente porque no mundo real ainda existe muita homofobia. E, falando em homofobia, aquilo que você disse sobre "não ser fácil para uma mulher ser trocada por um homem", na verdade, é muito homofóbico, viu? Mas gostei muito da sua opinião, fiquei com vontade de ler. Achei a capa muito fofa! <3

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Ola Camila lindona, ainda não li nenhum livro sobre o gênero, mas tenho lido muitos elogios a escrita e construção da história, amei a delicadeza da capa. Com certeza irei ler em breve. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  22. Oi Camila, estou de plho neste livro desde a primeira resenha que li dele, principalmente pelo romance homossexual.
    Bj Rose

    ResponderExcluir
  23. Oie!
    Eu adorei esse livro!
    Me surpreendi muito, gostei da história, personagens, e ainda da narrativa das autoras. Com certeza, vou ler mais livros do gênero, e quero ler a próxima parte da trama.
    Uma ótima leitura!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  24. Olá, tudo bem Camila?

    "Ele" parece ser um livro muito bom, li algumas resenhas e a grande maioria foram super positivas. Apesar do gênero romance não ser o meu forte e eu ler poucos livros LGBT, esse é um que me desperta curiosidade. Gostei da sua resenha, está de parabéns!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  25. Oiiii,

    Meu coração ficou até palpitando de curiosidade com a sua resenha. Acho que o mercado precisa de mais obras que tratem este tema e mostrem que amor é amor, independente de entre quem aconteça. Mas um romance gay que é bem escrito e não trás mais do mesmo sofrimento só, me deixou extremamente curiosa e eu espero ansiosa pelo lançamento para que eu possa ler.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  26. Oi Camila, sua linda, tudo bem?
    Eu não curto livros eróticos, prefiro livros sensuais mais românticos. Por isso esse livro desde o início não me atraiu. Mas já li algumas opiniões e o pessoal está gostando. Então, para quem é fã do gênero poder ser uma boa dica. Gostei da sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Oi, Camila! Eu gostei da premissa do livro, acho que é a primeira vez que vejo um lançamento de um ERÓTICO homossexual em uma editora "maior", como a Paralela. Achei bacana a iniciativa da editora, e parece ser um romance que foge do clichê de casal apaixonadinho do começo ao fim. Pretendo ler em breve.
    bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  28. Eu já li algumas fics gays, mas nunca fui uma fã fervorosa do gênero.
    Mas sempre gostei da forma como mesmo com esteriótipos, é uma boa diferença dos romances héteros.

    Gostei muito da capa e da sinopse do livro, e sua resenha só me fez querer ler o livro para ontem. Acho que nunca vi um lançamento desse tipo aqui no Brasil, sem ser fic. Achei o máximo.

    Quem sabe um dia, esse mundo ideal dos livros se repita na vida real não é?

    https://thereviewbooks.com.br/
    #thereviewbooks | @thereviewbooks

    ResponderExcluir
  29. Olá,

    Tô muito curiosa com esse lançamento, acho essa premissa maravilhosa, além do mais é um livro da Elle Kennedy <3 E eu amo os livros dessa autora, ainda não li um que eu não tenha gostado. Espero ler logo, logo.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Nunca li nenhum livro com a temática gay, mas acho muito interessante. É importante todo mundo se ver retratado na literatura. Confesso que apesar de ter ficado feliz com o lançamento não sou fão do gênero hot. Li alguns livros com casais hetero e não gostei. Outra coisa que achei interessante é o fato de ser escrito por 2 autoras. Fiquei curiosa pra saber como se dá isso na leitura. É possível perceber diferenças entre as escritas, ou estão totalmente entrelaçadas.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  31. Olá, tudo bem? Já li outro livro com a mesma temática e realmente é o que você: o que importa é o amor, não o gênero, a escolha opcional da pessoa. Gostei muito na época, por isso quando vi que a editora iria lançar esse livro da Elle fiquei bem feliz! Sua resenha está maravilhosa, me instigando mais ainda a lê-lo. Espero que isso ocorra! Adorei <3
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  32. Adorei sua resenha e também saber desse lançamento. Gostei demais do enredo e certamente este é um livro que lerei.
    Amei a sua chamada para quem tem preconceito se rever. Verdade muitas pessoas precisam parar com isso, eu particularmente acho um absurdo essa coisa retrógada e preconceitos.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
  33. Olá
    Nunca li um livro com essa temática, não que eu seja preconceituosa, jamais até por que na minha família tenho parentes homossexuais. Mas é um tipo de enredo que para mim pelas resenhas que eu leio é um pouco fantasioso, sabe? Lendo sua resenha não posso negar que fiquei curiosa para saber um pouco mais sobre os protagonistas, mas sempre bate um receio de ir com muita sede ao pote.
    Parabéns pela resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  34. Olá!
    Estou bem curiosa com esse livro, principalmente por conhecer a escrita das autoras. Me parece ser delicado e bem construído, como nunca li romance LGBT minhas expectativas estão bem altas.
    E por sua resenha certamente vou gostar!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  35. Oi.
    Admito que não gosto muito de ler livros que giram em torno de relacionamentos LGBT porque acabo passando bastante raiva com todo o preconceito que os personagens normalmente tem que lidar, principalmente dentro da própria família, então dificilmente considero uma leitura leve. Gostei do enfoque desse livro e acho que essa coisa de não retratar exatamente a realidade deve deixar a leitura mais leve mesmo.
    adorei a resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  36. Oi,
    Nossa estou louco para ler este livro, afinal ele e o queridinho do momento. O romance parece se desenvolver lindamente e se for tudo como você trouxe na resenha, sei que vou ficar marcado por todos os personagens.

    ResponderExcluir
  37. Oie, tudo bom?
    O ultimo romance lgbt que li foi "Me chame pelo seu nome", e achei enrolado demais, não curti muito. Esse, apesar de não ser tão parecido com a situação real, parece ser bem bacana. É como se fosse um chick lit, né? Pra relaxar, e fazer sair coraçõezinhos da gente, rs. Adorei seu post!

    ResponderExcluir
  38. Oi Camila!
    Eu fiquei devastada por não ter conseguido prova de Ele, primeiro porque sou fã da Elle Kennedy e depois porque acho incrível que romances LGBT estejam conquistando espaço e ajudando a vencer preconceitos. Amei a maneira como você terminou sua resenha, alertando para a necessidade de ser rever conceitos.
    Bjs!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse! Este espaço é seu.

© Cabine de Leitura - 2014 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo