CABINE

[RESENHA] JUÍZO FINAL.



Livro: Juízo Final
Autor (a): Sidney Sheldon
Páginas: 368
Editora: Record


No começo, parecia mais uma missão secreta, dessas que já haviam virado rotina na vida do oficial da Marinha americana Robert Bellamy. Mas as sucessivas mortes - todas em circunstancias misteriosas - das testemunhas da queda de um balão meteorológico que continha informações militares sigilosas colocam o agente diante de um inimigo muito mais poderosos e imprevisível do que qualquer outro que enfrentara antes. Mas do que seu país, Bellamy precisa defender seu planeta.





Sidney Sheldon é o autor dos 32 romances, que foram distribuídos para mais de 180 países e que segundo o Guinness é o mais traduzido do mundo. Um autor bem popular e um ícone para minha mãe, que é a dona deste livro. Escolhi "Juízo Final" para Maratona Literária de Outono (#MLO2018), onde a roleta da sorte me deu o desafio de ler um livro que estava adiando e isso é o que não falta na minha estante, que se faz, também, com os livros da mama.

A proposta do livro é muito boa, mistura ação, romance, um pouquinho de ficção cientifica e teoria da conspiração. Mesmo contendo ingredientes para agradar diversos públicos eu achei que nenhum deles foi trabalhado a fundo, levando assim apenas três estrelas e vou tentar explicar isso.

Juízo Final vem dividido em duas partes: Caçador e Caçado. Robert Bellamy é o nosso protagonista, que trabalha para o serviço secreto americano e sofre por conta da ex mulher Susan, a enfermeira que salvou sua vida na guerra.
Na primeira parte vemos Robert na Suiça, procurando testemunhas da queda de um balão meteorológico e não é spoiler te falar que na verdade se trata da queda de um OVNI. O foco dessa primeira parte é a missão de Bellamy em descobrir quem são essas pessoas e imediatamente informar o seu general, que afim de evitar o caos e panico geral destinará uma equipe para conversar com elas.

Em meio a essa busca vamos acompanhando as lembranças do protagonista e seu passado vai sendo revelado ao leitor, em especial seu casamento e suas invejáveis habilidades como espião no serviço secreto. Esses relatos, que são inúmeros, vão sendo colocados na trama de maneira imperceptível, descrevendo momentos íntimos de Robert e Susan e seu treinamento especial para se tornar o grande comandante que é hoje.

Nada mudara; exceto que eu perdi Susan e metade dos governos do mundo estão tentando me assassinar. Afora isso, pensou Robert, amargurado, tudo continua como antes.

Outra coisa que não é segredo é a segunda parte em que o protagonista vira a caça, o que era muito esperado. E é nessa parte que entra a ação e a teoria da conspiração. Deixando a narrativa ainda mais eletrizante, Bellamy precisa colocar em prática tudo que aprendeu para conseguir sair dessa vivo, o que se mostra quase impossível, diante de tantas traições.
Em paralelo temos um passageiro do OVNI andando por aí, procurando sabe lá Deus o que. E é nesse ponto que o enredo mais me decepcionou.

Durante toda narrativa vemos que a qualquer momento algo grandioso vai acontecer, tipo Guerra dos Mundos, mas esse algo não é nem de longe grande, soou até meio forçado e o mesmo se dá ao fim da caçada a Robert. Sem dizer que teve muitos momentos em que nem se lembravam da causa de todo conflito, a premissa do livro ficou em segundo plano. Mas sendo muito justa eu tenho que tirar meu chapéu ao autor, pois a proposta dele me prendeu do início ao fim, fazendo com o livro acabace em um piscar de olhos e eu ficasse com cara de "ham, hem e cuma", pois nem de longe imaginei que um Armagedom prestes a começar se resolveria tão facilmente, barbaridade amigo!

É o fim do mundo. O Dia do Juízo Final chegou.  Armagedon está aqui... Armagedon... Armagedon...

Os personagens foram bem caricatos ao meu ver, assim como a morte impostas a eles e já aviso que são várias, de diferentes formas, mas nada que nos revire o estômago, ainda que brutais.
Falando de personagem, meu destaque vai para o novo marido de Susan, a ex do protagonista, ele é um mistério! O homem parece ser um gentleman (adoro essa palavra), mas que sei lá porque o rei do romance decidiu que ele precisava ser uma pessoa melhor, sendo que ele tinha potencial para fazer a diferença no desfecho da trama. Em contra partida, Susan passa despercebida, meio apagada diante de tudo que acontece. Se você ler vai entender o meu sentimento em relação a isso.


Para resumir: O autor teve uma excelente ideia, com uma base muito bem elaborada, mas com um desenrolar pouquíssimo explorado e um desfecho pequeno diante da grandiosa proposta da trama. Mas se está pensando que vou desistir do autor você se enganou. Tenho mais 3 livros dele por aqui e vou ler, primeiro de pirraça e depois porque a escrita dele é viciante e o suspense é instigante.

14 comentários:

  1. Oi Camila, eu tenho muita vontade de ler algum livro do Sidney Sheldon, nem sei por qual começar, achei este bem interessante, por ter duas partes, talvez.
    As vezes não é no primeiro que a gente se apaixona pelo autor, não desista!
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Cams! Eu aprendi a gostar de suspense com Sid ( íntima ) Amo seus romances de olhos fechados. Ainda que seja decepcionante ler que a história tinha muito potencial e conteúdo pra ser uma grande aventura, mas não foi, eu daria uma chance. Pra quem é apaixonado com a escrita dele quanto eu, vale levar a leitura até o final em honra ás outras narrativas maravilhosas que ele fez. Eu gosto de histórias com espiões e missões especiais, leria só pra ver o fim mesmo. Obrigada pela resenha e não desanime!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  3. Ler por pirraça, te entendo totalmente hahahah Eu tava lendo sobre esse autor ontem, sobre a popularidade dele e como é visto como um dos mais importantes do mundo, principalmente pelo numero de obras vendidas. Por mais que a maioria das suas histórias nao me chamem a atenção, gostei de conferir sua resenha.

    ResponderExcluir
  4. Olá...
    Eu tenho uma relação de amor e ódio com esse autor, ás vezes leio algo dele e amo demais, já em outros casos simplesmente detesto. Dá pra entender? Kkkk
    Gostei de conhecer suas impressões, porém, não é uma leitura que realizaria no momento.
    Bjo

    ResponderExcluir
  5. Oi Ca!

    Tudo bem? Confesso que nunca li absolutamente nada do Sidney Sheldon. Ele é um daqueles autores que está na minha lista de não me interesso (tem Nicholas Sparks, Nora Roberts Rick Riordan...) e que na verdade não pretendo ler.

    Que pena que o plot twist não foi tão grandioso quando você esperava. É realmente horrível quando esperamos algo emocionante acontecer e ficamos decepcionada.

    Beijinhos - Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  6. Sou fã do Sidney Sheldon, já li esse livro há muito tempo atrás, mês passado adquiri este livro para fazer uma releitura, mas ainda não tem uma data prevista para isso.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  7. Oi Camila, nossa antes de vir aqui fui lá na resenha de Duas Vidas kkkk, muitas pessoas falando do mesmo livro ao mesmo tempo? Fui conferir sua opinião e que opinião...opa estou saindo do foco aqui.
    Bom, nunca li nada desse autor pois leio resenhas boas e ruins, acho que a minha mãe tem alguns livros ( acabei de arrumar a estante dela e acho que vi sim alhuns livros), mas quero dar uma chance. Sou o tipo de leitora que le pra crer, ao menos tres livros do autor, pois se um for ruim , será impossivel os outros tambem serem ( salvo o John Green, Ana Toldd e a dona Sylvia Day que realmente não consigo ler nada), mas enfim
    Muito chato um aideia fodastica acabar sendo contada de um modo nada a ver, como parece o caso , mas depois nos conta se você ainda vai ler mais livros do autor, após finalozar os livros que vc tem aí.
    Bjus

    ResponderExcluir
  8. Oi Camila, sua linda, tudo bem?
    Eu já li alguns livros do autor quando era mais nova e virei fã dele. Mas tem alguns que são pesados, pois a escrita dele nesses foi muito real para alguém sensível como eu, risos.. Esse ainda não li, mas mesmo que não tenha aprofundado, vale a pena dar chance a ele.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Quem nunca ouviu falar de Sidney Sheldon? Tenho uma amiga tão apaixonada pelos livros dele, que até hoje não sei como ainda não li nada dele. Mas pretendo. Acho que estou que nem você estava, adiando... hahaha
    É bem trsite quando a gente espera algo grande e se decepciona, não da pra negar, mas que bom que mesmo assim conseguiu gostar e quer continuar lendo coisas do autor, que a narrativa é boa a ponto de compensar os lados "negativos".
    Adorei a resenha! Abraços

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Confesso que nunca li nada do Sidney Sheldon, nem nunca chamou minha atenção. rsrs
    Eu fico chateada quando a gente acaba se decepcionando com alguma leitura, mas que bom que vc não desistiu do autor. Eu acho que faria o mesmo, arriscaria a leitura de outro livro para ver como flui.
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  11. Oi Camilla, esse é um dos poucos livros do autor que só li uma vez... rs Eu era maluca por ele na adolescência e na falta de outros livros, lia o mesmo livro várias vezes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá Camila,
    Eu nunca li nada desse autor, mas tenho muita vontade de ler, pois gosto muito da premissa dos seus livros. Eu confesso, no entanto, que saber que os personagens são caricatos é algo que não me atraí tanto e, por conta disso, não tenho muita vontade de ler esse livro em específico, mas espero ler outros dele.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Teve uma época da minha vida que li muitos livros do Sidney Sheldon, esse eu não li, mas entendo quando vc diz que as temáticas não são bem trabalhadas... É que ele mistura tantos fatos que acho que se perde um pouco... Mas isso não acontece em todos, então vale a pena se arriscar em outros títulos!

    ResponderExcluir
  14. Ola Camila, o grande mestre Sidney, já li muitos livros dele, adoro sua maestria em deixar o leitor encantando com suas histórias e dramas, uma pena esse livro não te agradar em alguns pontos. Esse acredito que ainda não li, mas irei ler com certeza. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse! Este espaço é seu.

© Cabine de Leitura - 2014 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo